Formulário de busca

03/08/2018 - 20:58

O maior triunfo da História da OAB/RJ

O maior triunfo da História da OAB/RJ

 

"Colegas deram um sim às conquistas e um não ao baixo nível", afirmou Wadih

 

Com 72% dos votos válidos, Wadih Damous foi reeleito para a presidência da OAB/RJ no pleito que aconteceu no dia 16 de novembro. O candidato Lauro Schuch, da chapa Mais OAB, ficou em segundo lugar, com 22%; e Luciano Viveiros, da chapa OAB de portas abertas, terminou na terceira posição, com 6%. O índice obtido por Wadih, da chapa Nova OAB, foi o maior já alcançado por um postulante na história das eleições da Seccional do Rio.

 

O presidente reeleito, que cumprirá mandato entre 2010 e 2012, votou na Ibmec. Ele chegou ao local por volta de 9h, já demonstrando confiança na vitória. "Os advogados darão um sim à consolidação das suas conquistas, das suas vitórias e à recuperação do prestígio da OAB/RJ. E darão um não à campanha de baixo nível, às calúnias e aos ataques frontais à minha honra. Estou com a forte sensação do dever cumprido", afirmou Wadih.

 

Em entrevista sobre os desafios da OAB/RJ para os próximos três anos, concedida logo após a divulgação do resultado, ele afirmou que o maior deles será promover a adequação da categoria aos processos digitais no Judiciário que, a partir do próximo ano, substituirá os documentos em papel. "Boa parte dos advogados não está preparada para a virtualização dos processos, precisaremos buscar linhas de crédito e promover cursos, principalmente nos municípios do interior", adiantou.

 

Lauro votou na Universidade Estácio de Sá, na parte da tarde. Segundo ele, a situação eleitoral configurava um "empate técnico" com Wadih, o que acabou não se confirmando nas urnas. Já Luciano foi à Funarte pela manhã. "Entrei nesse processo para legitimá-lo e também para trazer uma inovação", disse.

 

O pleito se deu em clima de tranquilidade em todo o estado. Na absoluta maioria dos postos - a exceção foi a sede da OAB/RJ, onde houve problema com uma urna -, os advogados levavam poucos minutos para votar. A organização, inclusive, mereceu elogios dos colegas. "Achei que essas eleições foram bem organizadas, as campanhas foram claras, com as propostas bem divulgadas", destacou Regina Elizabeth Lima da Silva, que votou no Clube dos Advogados. Kelly Ariela Rodrigues e Santos, que pela primeira vez participou de um pleito da OAB/RJ, salientou o fato de ter sido alocada em um posto próximo ao seu trabalho: "Foi bastante rápido e prático votar, o que é importante, até porque a gente não tem folga no dia das eleições".

 

Além de Wadih Damous, a nova diretoria da OAB/RJ é composta por Sérgio Fisher (vice-presidente), Marcos Luiz Oliveira de Souza (secretário-geral), Wanderley Rebello  (secretário-adjunto) e Marcello Oliveira (tesoureiro). Também foram eleitos os membros efetivos e suplentes Conselho da Seccional, os representantes do Rio no Conselho Federal (Carlos Roberto Siqueira Castro, Claudio Pereira de Souza Neto e Marcus Vinicius Cordeiro), os presidentes das 57 subseções e a diretoria da Caixa de Assistência dos Advogados (Caarj), que será comandada por Felipe Santa Cruz. Confira o perfil dos novos diretores da Seccional e do presidente da Caixa entre as páginas 5 e 10, e a relação completa das diretorias e dos conselhos da subseções entre as páginas 11 e 15.


Abrir WhatsApp