Formulário de busca

03/08/2018 - 20:58

Projeto OAB Século 21 leva a modernidade a mais 11 subseções

Projeto OAB Século 21 leva a modernidade a mais 11 subseções

 

Salas informatizadas e escritórios compartilhados, com acesso à internet, fax e máquinas copiadoras, são inauguradas e garantem o suporte necessário ao trabalho dos advogados

 

 

Novos espaços em Cascadura, na Freguesia, na Taquara e no município de Duque de Caxias

 

O presidente da Seccional, Wadih Damous, inaugurou ontem, dia 14 de setembro, as novas instalações das salas de advogados  em Duque de Caxias, Cascadura e  Jacarepaguá, além das reformas realizadas na Subsede de  Freguesia. A diretoria da OAB/RJ também visitou as obras de  recuperação da sede da 32ª Subseção, em Campinho, que deverão ser concluídas dentro de um mês. Sua inauguração oficial, no entanto, só acontecerá  depois das eleições na OAB/RJ, marcadas para novembro.

 

 Logo pela manhã, o diretor do Departamento de Apoio às Subseções (DAS), Felipe Santa Cruz, e o presidente da OAB/Caxias, Geraldo Menezes de Almeida,  reinauguraram a Sala dos Advogados no Tribunal Regional do Trabalho. Ao meio dia, o presidente da OAB/RJ se reuniu à comitiva e reinaugurou o espaço destinado aos profissionais de Direito no Fórum do município.

 

À tarde, Wadih, diretores da Seccional e o presidente da Subseção de Madureira/Jacarepaguá, Roberto Luis Pereira, reabriram salas de advogados no Fórum de Madureira, na Subsede de Taquara, que fica dentro do Fórum de Jacarepaguá, e a Subsede de Freguesia, instalada no RioShopping. Durante as solenidades, o presidente da 32ª Subseção fez questão de assinalar o quanto era notória a transformação da Seccional com a nova gestão. "Sou administrador de uma subseção e tenho que estar ao lado de pessoas que demonstram tanta tenacidade em seus propósitos", afirmou.

 

Todos os espaços foram reformados e equipados com computadores de última geração, mobiliário moderno e televisão. Ao anoitecer, dezenas de advogados foram até a sede da 32ª Subseção comemorar as mudanças efetivadas na região e a realização de obras que vão dotar Madureira/Jacarepaguá de um auditório com  80 lugares, duas salas de Escritório Compartilhados e outras duas destinadas a cursos de qualificação e especialização. 

 

Em Duque de Caxias, o presidente Geraldo Menezes de Almeida salientou que o dia 14 de setembro representava o resgate da Ordem no município.  Ele demonstrou sua gratidão à atual diretoria da OAB/RJ: "Nós nunca fomos tratados com tanto respeito pela Seccional".

 

Já Felipe Santa Cruz afirmou que nem um serviço fundamental,  como o Recorte digital, era oferecido pela OAB/RJ: "O Diário Oficial levava um dia para chegar aos lugares, o que era  inaceitável. Hoje, 42 mil advogados têm endereço de e-mail com a marca da Seccional, o que é elementar. Isso comprova a bem-sucedida construção coletiva dos advogados dessa gestão". Já Wadih Damous ressaltou que só os advogados podem aquilitar o valor de uma sala bem equipada para o trabalho diário. "Quando o advogado encontra boas condições no seu espaço de trabalho nos fóruns, ele se vê prestigiado pela sua casa, que é a OAB, e começa a se sentir respeitado também pelo Judiciário", disse.

 

 

São Gonçalo reinaugura Sala no JEC e auditório em sua sede

 

A OAB/RJ reinaugurou no dia 15 de setembro, dentro do projeto OAB Século 21, a Sala dos Advogados do Juizado Especial Cível de São Gonçalo - localizada no antigo Fórum da cidade. O auditório da subseção, instalado na sede da OAB local, também foi reinaugurado. A reforma do auditório, financiada pela 8ª Subseção, era uma antiga reivindicação dos advogados da região, já que o espaço estava em estado lastimável por efeito do tempo. O diretor da Caarj, Ricardo Menezes, representou a Seccional nas reinaugurações.

 

Na Sala do JEC, foram instalados dois novos computadores, impressora, aparelho de TV e DVD, além de novos móveis e nova pintura. O local recebeu o nome do advogado Humberto José Berce, representado na cerimônia por sua viúva, Telma de Souza Ramos Berce, e pela filha, Monique Braga Berce.

 

Já no auditório da subseção, a homenagem foi ao advogado Paulo da Costa, representado por seu filho, Paulo Ornelas Costa, e sua viúva, Zenir Ornelas Costa. Ricardo Menezes destacou a importância de homenagear profissionais do Direito que já faleceram. Segundo ele, esta é uma forma de eternizar os feitos desses ilustres advogados.

 

O presidente da 8ª Subseção, Luiz Alberto Gonçalves, agradeceu o apoio do juiz responsável pelo Juizado Especial Cível, Marcelo Castro Anatocles, lembrando que, somente em parceria, Judiciário e advocacia podem realizar um bom trabalho. O vice-presidente da OAB/São Gonçalo, José Luiz da Silva Muniz, acrescentou que foi esta união que trouxe as melhorias para a Comarca local.

 

 

Norte Fluminense: São João da Barra ganha Casa do Advogado

 

O presidente da Seccional, Wadih Damous, inaugurou, no dia 11 de setembro, a Casa do Advogado de São João da Barra, no Norte Fluminense. Na solenidade, ele voltou a criticar o estado em que encontrou as salas dos advogados no Judiciário logo que assumiu a Ordem. "O desrespeito às nossas prerrogativas começava na OAB", assinalou.

 

O presidente da Subseção de Campos, Filipe Franco Stefan, agradeceu os investimentos e assinalou que a Seccional não esqueceu o interior do estado: "Hoje, podemos afirmar que efetivamente ingressamos no século 21". Na cerimônia, o presidente da OAB/RJ também se comprometeu a intervir para buscar melhorias estruturais no Tribunal de Justiça em São João da Barra, tendo assinado um abaixo-assinado destinado ao corregedor-geral do TJ, Roberto Wider. O Tribunal tem apenas oito funcionários, mas quatro deles estão licenciados e o quinto está prestes a se aposentar.

 

Os advogados Laerte Melo Gaia, ex-vereador, e Adalberto Ribeiro Alves, ex-procurador geral, ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal de São João da Barra, dão nome a duas salas da Casa do Advogado. Rosenlina Rangel Alves, viúva de Adalberto Ribeiro Alves, compareceu à homenagem.

 

 

Belford Roxo reabre Sala dos Advogados

 

A Seccional inaugurou, no dia 9 de setembro, as novas instalações de mais uma Sala dos Advogados na Baixada Fluminense, desta vez no Fórum de Belford Roxo. As salas de Nova Iguaçu, Duque de Caxias, Queimados e Paracambi foram as primeiras a passarem por reformas que, segundo Felipe Santa Cruz, diretor do Departamento de Apoio às Subseções (DAS), objetivam capacitar e qualificar os advogados para a era digital.

 

O presidente da Subseção de Belford Roxo, Antonio Santos Júnior, afirmou, na solenidade, que finalmente o espaço que tanto incomodava os advogados do município teve a merecida atenção da direção da Ordem: "Agora, temos uma nova sala e apoio tecnológico". Instalada no terceiro andar do Fórum, a Sala dos Advogados de Belford Roxo, que recebe em média 30 advogados em dias de julgamento no Tribunal do Júri, tem três modernos microcomputadores, televisão e mobiliário confortável.


Abrir WhatsApp