Formulário de busca

03/08/2018 - 20:57

No olhar de cinco fotógrafos, a arquitetura e a humanidade da antiga Rua Larga

No olhar de cinco fotógrafos, a arquitetura e a humanidade da antiga Rua Larga

 

Até o dia 23 de agosto, estará em cartaz no Centro Cultural da Justiça Federal (CCJF) a exposição Rua Larga, que reúne cerca de 40 imagens do logradouro feito por cinco fotógrafos consagrados.

 

Custódio Coimbra, Henrique Pontual, Mabel Peres (autor da foto ao lado), Rogério Reis e Walter Firmo revelam, em seus registros, aspectos arquitetônicos e humanos dos 1.020 metros da rua, que formava, com a Avenida Rio Branco, o principal eixo da cidade antes da inauguração da Avenida Presidente Vargas e hoje tem o nome de Marechal Floriano. Os interessados podem visitar a exposição de terça-feira a domingo, das 12h às 19h. A entrada é franca.

 

Além da exposição, também está em cartaz no CCJF a peça Língua solta, estrelada pelo ator Isaac Bernat, com direção de Xando Graça. O espetáculo conta a história de Bento Teixeira, um cristão do século XVI envolvido com seus conflitos internos. Autor de Prosopopeia, o personagem foi educado por jesuítas e ficou conhecido pela língua solta, afiada para criticar tudo que percebia de errado na colônia de Pernambuco da época.

 

O texto é de Miriam Halfin e baseia-se em obras como o Livro das denunciações do Santo Ofício em Pernambuco e Gente da nação, de José Antonio Gonsalves de Mello, e na biografia do poeta Bento Teixeira, O primeiro brasileiro, escrita por Gilberto Vilar. A peça pode se conferida às quartas e quintas-feiras, às 19h. Os ingressos custam R$ 20, com meia-entrada para estudantes.

 

Mais informações sobre a programação podem ser obtidas pelo telefone (21) 3261-2550 ou no site www.ccjf.trf2.gov.br.

 


Abrir WhatsApp