Wadih: resolução do TRT que exige procuração para retirar autos é uma arbitrariedade

 

 

Do Jornal O Fluminense

 

14/10/2007 - A OAB/RJ está inconformada com a resolução do TRT, que exige do advogado procuração para retirar os processos para fotocópias. O presidente da entidade, Wadih Damous, entrou com uma reclamação ao Conselho Nacional de Justiça, por considerar que a regra é uma "arbitrariedade".

 

A direção do TRT, apesar dos insistentes pedidos, não revogou a medida que rasga o Estatuto da Advocacia". Estabelece que, para tirar fotocópias dos processos nos tribunais, o interessado deve se apresentar como advogado e mostrar a carteira da OAB. Feita a identificação, o acesso deve ser liberado imediatamente.