O Conselho Federal da OAB homenageou na manhã desta quarta-feira, dia 18, com a Medalha Rui Barbosa, a mais importante condecoração da advocacia brasileira, o conselheiro federal pelo Rio de Janeiro Carlos Roberto Siqueira Castro. A solenidade foi um dos pontos altos da sessão extraordinária do Conselho Pleno da Ordem, que foi convocado especialmente nesta data para marcar os 90 anos da entidade. 

Siqueira Castro iniciou sua carreira acadêmica, em 1975, como professor de Direito Constitucional da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, onde lecionou por cerca de 30 anos. Na OABRJ, foi conselheiro seccional e membro de comissões, sendo eleito em 2007 para integrar o Conselho Federal como titular pela bancada da Seccional, posto que renova até os dias de hoje. 

O conselheiro recebeu palavras elogiosas do presidente do Conselho Federal, Felipe Santa Cruz; de seu vice, Luiz Viana Queiroz; do conselheiro federal José Augusto Noronha; e da presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Rita Cortez. O presidente da OABRJ, Luciano Bandeira, estava presente na sessão virtual que honrava o grande advogado do Rio.

“A vida do nosso homenageado confunde-se com a advocacia e com a cátedra, marcada pelo cuidado com todos que o cercam. Da sagrada tribuna da defesa ele faz da sua vida exemplo de como proceder na sustentação de nossos valores mais caros: o Estado democrático de Direito, os direitos humanos e a justiça social, razão da existência institucional da OAB”, observou Queiroz em seu discurso. 

Emocionado, Siqueira Castro afirmou jamais ter imaginado ser merecedor da comenda, que o coloca no panteão da advocacia nacional: “Não tenho verdadeiramente ambições de homenagens. Tudo que procuro fazer no meu exercício profissional, no plano da ética, da política, no espaço tanto público quanto privado, sempre constituiu para minha realização de deveres indeclináveis da consciência” 

O homenageado afirmou que recebia a honraria com a sensação de dever cumprido.

“A lembrança de momentos marcantes e embates enfrentados dão-me este conforto, ou pelo menos a consciência de que, ao longo de minha modesta existência, procurei não desapontar as melhores tradições da OAB. Celebro esta medalha com muita humildade e imensa gratidão, além de renovada disposição de servir a Ordem.” 

A sessão homenageou também todos os conselheiros federais, além de ressaltar a crescente participação feminina na advocacia e nos quadros da Ordem como um grande avanço. Foram inaugurados também, no plenário do Conselho Federal, os bustos de Rui Barbosa e Luiz Gama como patronos da advocacia. Felipe também manifestou seu pesar, na sessão, por todas as vítimas da pandemia da Covid-19 no país. 

A sessão pode ser assistida na íntegra no canal do Conselho Federal no YouTube (ou pelo link acima).