Respondendo a pedidos da OABRJ, a diretoria do Tribunal Regional Federal (TRF2) enviou comunicado nesta quarta-feira, dia 10, à Seccional informando que adotou a plataforma de videoconferência Zoom como a padrão para a interação com os advogados. A Ordem já pleiteava por uma unificação no padrão de atendimento e sessões virtuais em ofício enviado à corte em maio de 2020, expondo novamente sua preocupação com a questão em documento encaminhado nesta terça, dia 9.

No último ofício, a Seccional frisou que a demanda era calcada nas prerrogativas da advocacia e que o o aplicativo Zoom já havia sido adotado pelo tribunal, havendo uma sala em cada unidade, inclusive em gabinetes de desembargadores, munida com o software para que fosse realizado o atendimento à advocacia.

"Foi determinado, no art. 9° da Resolução nº TRF2-RSP-2020/00037, que 'todas as unidades devem assegurar o pronto e efetivo atendimento de advogados, procuradores e partes, e os canais utilizados para tal devem ser divulgados, de forma atualizada e destacada, na página do Tribunal e seções vinculadas', afirma o ofício assinado pelo presidente Luciano Bandeira.

Em sua respostam, porém, o TRF2 ponderou que a organização das serventias serão definidas por cada desembargador, dada a abrupta alteração da rotina de trabalho dos magistrados e servidores em razão da pandemia da Covid-19.