O presidente da OABRJ, Luciano Bandeira, participou nesta sexta-feira, dia 6, da inauguração de uma seção de escritórios digitais na Subseção de São João de Meriti, que ampliou de três para oito o número de salas à disposição dos advogados meretienses. A cerimônia contou ainda com a presença da vice-presidente da OABRJ, Ana Tereza Basílio, e do presidente da Caarj, Ricardo Menezes.

Equipados com webcam e com os programas específicos para reuniões virtuais, os escritórios estão adaptados para a nova realidade do Judiciário. Neles, advogados e advogadas podem, além de atender seus clientes, participar de qualquer ato telepresencial da Justiça. 

"O escritório digital é o que faz a diferença na vida da advogada e do advogado. É o que permite que eles exerçam sua atividade profissional com dignidade", comentou Luciano. "Ali, a advocacia têm a estrutura necessária para fazer sustentações orais, peticionamentos eletrônicos, digitalização na subseção. O advogado pode atender o cliente no local, ou realizar o atendimento em reunião telepresencial por diversas plataformas. Esse é o nosso principal objetivo, e estamos atingindo isso. Já passamos de 263 escritórios digitais entregues e até o final de agosto ou início de setembro entregaremos 300 escritórios digitais em todo o estado do Rio".

Ricardo Menezes destacou os esforços que a OABRJ e a Caarj têm realizado, em parceria, para superar as adversidades oriundas da pandemia do coronavírus. "Estar aqui, numa tarde de sexta-feira, inaugurando escritórios digitais demonstra que as pessoas estão todas comprometidas com o mesmo caminho, que é servir à advocacia", afirmou o presidente da Caixa Assistencial. "O que a Caixa fez nesse período de pandemia foi muito gratificante. Estou muito contente de fazer parte de uma gestão na qual posso contribuir com a advocacia, e estar aqui é uma alegria".

Ecoando o sentimento expressado por Luciano, Ricardo Menezes também salientou a importância dos escritórios digitais no período de crise sanitária. "O escritório virtual é o futuro, é o caminho, não há como voltar atrás", afirmou. "Muitos colegas deixaram de ter seus escritórios em função da pandemia, e tem dificuldade em casa de fazer uma audiência telepresencial. Eles podem contar com a estrutura da Ordem. Toda anuidade está sendo bem aplicada em benefício da advocacia".

O presidente da subseção, Eduardo Sales Ribeiro, agradeceu os esforços da Seccional e da Caarj no difícil período que assola a advocacia. "Enfrentamos um dos piores momentos de crise para a advocacia, mas nem por isso deixamos de trabalhar", disse.

"A OAB e a Caarj tiveram participações ativas e firmes. Costumo dizer que muitos dos nossos trabalhos são trabalhos invisíveis, as coisas acontecem sem que muitos saibam. Tivemos que sacrificar certas coisas em detrimento de outras, e uma das preocupações da nossa diretoria era manter-nos vivos. Fizemos de tudo, fechamos quando tivemos que fechar, mas fica aquela sensação de que o choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã. Vamos manter essa estrutura e poder proporcionar dias melhores para a advocacia meretiense".

A esperança de dias melhores para a advocacia também marcou o discurso da vice-presidente da OABRJ. "Tenho um orgulho imenso de fazer parte desse time maravilhoso e tenho certeza de que dias muito melhores virão", afirmou Ana Tereza. "Teremos um boom da advocacia no ano que vem, teremos que reestruturar as relações jurídicas abaladas pela pandemia, e eu não tenho a menor dúvida de que essas 263 novas instalações que já foram inauguradas e as que ainda virão, serão a base para uma nova era, de muito trabalho e muita prosperidade para toda a advocacia depois desse período tenebroso, triste e doloroso para todos nós. Com muita esperança e muita alegria, visualizo já um novo futuro para todos nós, um futuro digital de muito trabalho e muita luta também".

"Talvez seja o pior período que a advocacia passou nas nossas gerações, mas nós estamos aqui. Perdemos muitos colegas, muitos amigos, muitos parentes, mas estamos aqui inaugurando uma ampliação de escritórios digitais, e isso é muito simbólico. E o símbolo que sai daqui é que a advocacia está de pé, abalada sim pela COVID, mas que estamos nos levantando e que a gestão da OAB teve a bênção de ter as pessoas certas na hora certa. Estamos saindo de cabeça erguida e com estruturas novas para a nova realidade", completou a vice-presidente.

Falando diretamente ao presidente da OAB/São João de Meriti, Luciano chamou atenção para o padrão mantido pela OABRJ na instalação dos escritórios digitais.

"Qual é nossa missão principal? É cuidar da advocacia. E como fizemos isso durante esse período? Com o investimento da Ordem. Passamos por dificuldades, mas mostramos gestão e capacidade de organização, mantivemos toda a estrutura da OABRJ  funcionando no estado e estamos entregando resultados concretos", disse.

"Algo que é muito importante e que me dá muito orgulho é o fato de já ter passado por todos os cargos da Ordem dos Advogados do Brasil. Fui presidente de subseção por duas vezes, diretor financeiro, presidente da Comissão de Prerrogativas, diretor de apoio às subseções, e hoje estou passando pela Presidência. Mas o que me dá mais orgulho é saber que nessa gestão não existe diferença na estrutura que é dada ao advogado da capital da que é oferecida aos advogados das subseções do Rio de Janeiro. É o mesmo computador, o mesmo móvel, a mesma cadeira, a mesma dignidade. A advocacia é uma só no Estado do Rio de Janeiro. Estou muito feliz em estar aqui e ajudar a advocacia de São João de Meriti, e tenho certeza de que avançaremos muito mais, vamos construir muita coisa".