Há 33 anos o país vivia um marco histórico. A promulgação da Constituição Federal de 1988 rompia com a arbitrariedade do regime militar e abria as portas para um Estado democrático de Direito. Neste 5 de outubro, a OABRJ ressalta o valor desse grande instrumento de cidadania e seu compromisso em defendê-la.

Para revisitar o processo constituinte de 1988 no Brasil pela visão da advocacia, assista ao documentário "88 - Fonte do amanhã", de Alexandre Pena, produzido com apoio institucional da OABRJ e do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB).

O filme, que está disponível no canal da Ordem no YouTube, foi lançado em junho e exibido, também, pelo canal PrimeBoxBrazil (656 da Net).

Idealizado durante o exercício profissional de Pena - que é videomaker da OABRJ há oito anos -, o documentário brotou, segundo ele, ao ver, na convivência com os advogados, a importância que a Constituição Federal tinha para a democracia.

"Muitos dos advogados que participaram da Assembleia circulam pela OABRJ até hoje, como Bernardo Cabral, Nelson Jobim, Miro Teixeira, Aldo Arantes... Eles são a história. E observá-los falando sobre como a Carta é avançada, humanizada, me remeteu àquela memória que eu tinha de adolescente do dia 5 de outubro de 1988, quando vi pela TV sua promulgação. Eu tinha 13, 14 anos, não entendia direito o que estava acontecendo, mas sabia que era algo muito grande".