A Comissão OAB Mulher da Subseção de Niterói homenageou o presidente da Seccional, Luciano Bandeira, na tarde desta quarta-feira, dia 16, com uma moção de aplausos. A homenagem, entregue pelos presidentes da subseção e da comissão, Claudio Viana e Helga Mansur, respectivamente, foi em reconhecimento ao trabalho de Luciano neste ano, considerado por eles, como um dos mais difíceis para a advocacia.

"Era preciso uma moção de aplauso em reconhecimento a todo esse esforço em prol da advocacia , em especial às conquistas para as mulheres advogadas", reforçou Mansur, idealizadora da homenagem.

Para o presidente da OAB/Niterói, a aclamação não se resume apenas ao trabalho de Luciano nas pautas vinculadas à mulher: "Na verdade, essa moção, que fazemos por intermédio da nossa OAB Mulher, nada mais é do que um reconhecimento ao trabalho do Luciano nas pautas fundamentais à advocacia do nosso estado".

Vanguarda na construção de inúmeras iniciativas para a promoção da igualdade, Luciano Bandeira foi o primeiro presidente de Ordem a alavancar pautas afirmativas sob o guarda-chuva de diretorias pioneiras no sistema OAB, dentre elas a Diretoria de Mulheres.

Também partiu desta gestão a implantação de cota mínima de 30% para a participação feminina em todos os eventos da Seccional. Projeto que mais tarde foi replicado pelo Conselho Federal e incentivado nas demais seccionais do país.

Honrado com a homenagem da OAB/Niterói, Luciano disse que esse tipo de reconhecimento é um alento e mostra que o trabalho em apoio à mulher advogada desenvolvido pela Seccional está no caminho certo.

O procurador-geral da OABRJ, Alfredo Hilário, e o assessor executivo da Presidência da Seccional, Carlos André Pedrazzi, também participaram da homenagem, realizada na sede da Ordem.