O presidente da OABRJ, Luciano Bandeira, inaugurou, na manhã desta sexta-feira, dia 10, uma Casa da Advocacia em Alcântara, São Gonçalo, com seis escritórios digitais e uma central de peticionamento com capacidade para seis computadores. Com isso, a gestão atinge a marca de 292 escritórios digitais, aproximando-se da meta de entregar à advocacia fluminense 300 postos de trabalho aptos à realização de atos telepresenciais. A nova estrutura, localizada na Estrada Raul Veiga, nº 351/sala 119, leva o nome do advogado gonçalense Wagner Salgado de Oliveira, assassinado em 2017 junto com a esposa e a filha. Na época do crime, Salgado ocupava o cargo de diretor de eventos da subseção. 

“Nosso foco são os advogados e advogadas, as relações com os tribunais e, principalmente, a estrutura. Essa é uma realização conjunta, que acontece porque compreendemos as necessidades da advocacia. Quando começou a pandemia estabelecemos um compromisso de entregar 300 escritórios para que advogados pudessem trabalhar. Com esses seis escritórios digitais do Alcântara, chegamos a 292, e na próxima terça-feira, ultrapassaremos essa marca, chegando a 314 escritórios digitais. Continuaremos a trabalhar, cuidando dos advogados, porque essa é a missão principal da OABRJ, com suas 63 subseções", afirmou Luciano.



O presidente da Seccional falou do duro golpe que a morte de Wagner Salgado de Oliveira representou.

"Homenageá-lo nesta Casa da Advocacia é uma pequena retribuição. A foto ao lado da placa de inauguração mostra que Wagner estará para sempre dentro dos nossos corações, da advocacia de São Gonçalo e do Rio de Janeiro. Muito obrigado, Wagner".

O presidente da Subseção de São Gonçalo, Eliano Enzo da Silva, agradeceu à gestão de Luciano Bandeira por concretizar a demanda antiga da advocacia local de ampliação da estrutura de atendimento da Ordem no município.

"Hoje conseguimos realizar o sonho de dar a Alcântara um pólo dedicado à advocacia. Agradeço o trabalho da gestão do presidente Luciano Bandeira, que está fazendo diferença hoje na cidade. Dedicamos esse momento a Wagner Salgado, um amigo de coração. Não temos aqui um representante da família do Wagner que pudéssemos homenagear porque com sua morte foi-se toda  a família”.

A vice-presidente da OAB/São Gonçalo, Andreia da Silva Pereira, destacou o trabalho da Seccional para impulsionar a advocacia neste período difícil de pandemia da Covid-19.

“É com grande orgulho e muita emoção que homenageamos uma pessoa tão querida como nosso amigo Wagner”, afirmou. “A Casa da Advocacia é um presente e estou muito grata à diretoria da Seccional e da Caarj que abraça e cuida da advocacia de São Gonçalo. Passamos por um momento difícil, como todas as subseções, mas sou muito grata pela realização desse sonho”.

Também estiveram presentes à cerimônia a vice-presidente da OABRJ, Ana Teresa Basílio; o secretário-geral da Seccional, Álvaro Quintão; o assessor especial da Presidência, Carlos André Pedrazzi; a diretora de Mulheres, Marisa Gaudio; o presidente da Caixa de Assistência da Advocacia do Estado do Rio de Janeiro (Caarj), Ricardo Menezes; o secretário-geral da Caarj, Mauro Pereira, além do presidente da OAB/Mangaratiba, Ilson de Carvalho Ribeiro.