O maior vazamento de dados da história do país, identificado em janeiro, que devassou informações de 223 milhões de brasileiros vivos e mortos, e a descoberta este mês de que 100 milhões de contas de celular tinham sido expostas na deep web pautaram a edição de sexta-feira, dia 19, do #OABRJDebate.   A edição teve a participação da presidente da Comissão de Proteção de Dados e Privacidade da Seccional, Estela Aranha. O programa é transmitido semanalmente pelo canal da OABRJ no YouTube.

No programa, a advogada falou da importância de se intensificar a cultura de segurança da informação, seja nos escritórios, seja nos aplicativos de uso pessoal.

“As pessoas precisam saber o tamanho dos vazamentos e o impacto que eles têm para que evitem passar seus dados em fraudes que podem ocorrer por email ou telefone. Em aplicativos, é importante ativar o duplo fator de autenticação e trocar senhas com frequência”, disse ela.

Em artigo para o Portal da OABRJ, Estela já havia falado sobre megavazamento de dados. Leia aqui.