Acaba de entrar no ar o Guichê Virtual, novo serviço firmado pelo convênio da OABRJ com a Superintendência Regional do Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS). Prevista, inicialmente, para ser lançada nesta segunda-feira, dia 28, a novidade só foi liberada às 18h desta terça-feira, 29, por conta de problemas técnicos. 

Os agendamentos, exclusivos para a advocacia, podem ser feitos nos endereços requerimento.inss.gov.br ou novorequerimento.inss.gov.br

Com o novo modelo, que amplia o Acordo de Cooperação Técnica que a Ordem tem com o instituto, advogados e advogadas poderão agendar videoconferências com servidores do INSS de carreira, dispensando a obrigatoriedade do atendimento presencial nas agências da Previdência Social. Durante a chamada, poderão ser tratados assuntos de outros cidadãos representados pelos colegas.

Nesta primeira fase, apenas a agência da Presidente Vargas atenderá os colegas pelo Guichê Virtual. De 5 a 19 de julho, a unidade funcionará como projeto piloto, com dez atendimentos diários, das 8h às 13h. 

Presidente da comissão da Seccional que é a principal articuladora com o instituto, a de Previdência Social, Suzani Ferraro explica que o modelo virtual do guichê, já adotado pela advocacia de São Paulo com sucesso, traz resposta a demandas antigas da classe. 

Mudanças no agendamento para a advocacia na Gerência do Centro


Com a entrada do Guichê Virtual no ar, a partir do final do mês, a utilização dos canais da Ordem para reservar horários exclusivos para o atendimento presencial nas agências do INSS da Gerência Centro, que foi uma medida emergencial tomada em novembro de 2020 para minorar os impactos da pandemia no protocolo de atendimento à advocacia, será extinta.

Os advogados e advogadas que ainda quiserem ser atendidos presencialmente na gerência Centro a partir de 28 de junho podem o fazer, explica ela, porém, será preciso agendar pelo meio tradicional: a linha 135 do INSS.

Ao todo, serão sete gerências do INSS disponibilizando o serviço do Guichê Virtual remotamente. Porém, nas primeiras duas semanas, ele será feito exclusivamente pela agência da Presidente Vargas.