Câmara corre e aprova prorrogação da CPMF

 

 

Do Jornal O Globo

 

20/09/2007 - A Câmara dos Deputados aprovou ontem à noite a prorrogação da CPMF até 2011, mantendo a alíquota de 0,38%, como desejava o governo. A proposta de emenda constitucional foi aprovada por 338 votos a favor (30 além do necessário), 117 contra e duas abstenções.

 

Para acelerar a votação, o governo retirou de pauta três medidas provisórias que beneficiavam, entre outros, os setores calçadista e têxtil. A proposta ainda precisa passar por um segundo turno na Câmara e duas votações no Senado, antes do fim do ano. O presidente Lula, que no governo Fernando Henrique era ferrenho opositor da CPMF, disse que ninguém pode abrir mão da contribuição. Ontem, ele se encontrou com o presidente do Senado, Renan Calheiros.