Mesmo em um cenário de austeridade e retração, a OABRJ seguiu colocando como prioridade máxima o aperfeiçoamento dos espaços que viabilizam a atuação profissional dos colegas em todo o estado. São 217 espalhados pela capital e pelo interior, de vários portes e naturezas. Em muitos, a Seccional instalou escritórios compartilhados aptos à realização de teleaudiências: até o fim do ano, o número total dessas estações virtuais chegará a 300.

Nesta sexta-feira, dia 28, o presidente da OABRJ,  Luciano Bandeira, entregou à advocacia salas reformadas nos fóruns de Itaguaí, de Mangaratiba e de Santa Cruz. As adequações foram realizadas nos moldes do Projeto OAB Século 21.  

Em Itaguaí, a primeira parada do circuito de inaugurações, a Seccional também executou melhorias na sala que a 50ª Delegacia de Polícia cedeu ao encontro reservado de cliente e advogado. 

Na cidade onde atuam quase 400 colegas, Luciano e a comitiva de lideranças da OABRJ foram acompanhados pelo presidente do Conselho Federal, Felipe Santa Cruz, e do presidente da subseção local, Arthur Fraga Oggioni. A ideia de que todo investimento que a Ordem faz na atuação da advocacia acaba fortalecendo também os alicerces da sociedade civil encontrou expressão na presença de representantes do poder público de Itaguaí no ato de entrega da sala do fórum. Estiveram lá o prefeito, Rubem Vieira de Souza, o secretário municipal de governo, Carlos Viana, e o procurador geral do município Thiago Morani. 

“Nossa função é entregar estruturas que sejam efetivamente úteis à advocacia. Mesmo com a queda na frequência nos fóruns, mantivemos em dia a manutenção das salas ligadas às subseções, viabilizando o exercício profissional dos colegas para que tenham conforto para trabalhar”, disse Luciano.

O procurador-geral da OABRJ, Alfredo Hilário, o assessor-executivo da Presidência, Carlos André Pedrazzi, o diretor do Departamento de  Apoio às Subseções (DAS), Fábio Nogueira, o coordenador do DAS na Costa Verde, Fábio Luiz Ferreira, a diretora de Inclusão Digital e Inovação da OABRJ, Maria Luciana Pereira, e a  presidente da OAB Mulher, Rebeca Servaes, estiveram presentes.

Fábio Nogueira falou sobre o prestígio que as subseções recebem por parte da gestão Luciano Bandeira, que se traduz em investimentos constantes em prol da atuação do advogado do interior para que este tenha o mesmo tratamento que recebem os colegas da capital.

A Caarj, parceira da Ordem no Projeto OAB Século 21, esteve representada pelo presidente, Ricardo Menezes, pela vice, Marisa Gaudio, pelo secretário-geral, Mauro Pereira, e pelo tesoureiro, Fred Mendes. 

“Essas reformas são fundamentais porque mostram para a categoria como o dinheiro da anuidade está sendo empregado. A Ordem não parou na pandemia”, disse Ricardo Menezes.

O presidente da subseção, Arthur Oggioni, saudou a melhoria na sala cedida à advocacia na delegacia local, frisando que dispor de um espaço deste tipo, que garante conforto e privacidade, não é praxe nas sedes policiais do estado. 

“A OABRJ está também à disposição da sociedade. Os colegas ganham  um espaço melhor para que possam continuar a atuar mesmo neste difícil momento de pandemia. Vamos continuar nesta luta para apoiar os profissionais do Direito da região”.

Salas nos fóruns de Mangaratiba e Santa Cruz foram amplamente reformadas


Em Mangaratiba, juntaram-se à comitiva da OABRJ e da Caarj o presidente da subseção local, Ilson Ribeiro, e a secretária-geral da OAB/Mangaratiba, Dalva Motta. O espaço da Ordem no fórum ganhou diversas adequações e novos computadores. 

“A advocacia mangaratibense já vem sentindo o peso de uma crise que já vem de alguns anos, não começou com a pandemia. Para alguns, as salas da Ordem viraram verdadeiros escritórios. Lá dispõem de máquinas com internet e ajuda no peticionamento”, afirmou Ribeiro.

O presidente da OAB/Santa Cruz, Paulo Freitas, que prestigiou também as inaugurações ligadas às outras duas subseções, foi anfitrião ao lado do vice-presidente Alair Gomes Filho e agradeceu, no seu discurso, o apoio das lideranças da Seccional:

"A revitalização desta sala vai melhorar a atividade da advocacia de Santa Cruz"