Com a obrigatoriedade do uso do sistema PJe-Calc para apresentação de cálculos trabalhistas já a partir de 2020, a OAB/RJ está promovendo cursos para capacitar a advocacia para o novo sistema, que já foi adotado pelo Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro (TRT/RJ) para a elaboração de cálculos trabalhistas e liquidação de sentenças. 

Na manhã desta quarta-feira, dia 24, a Casa das Prerrogativas Celso Fontenelle sediou a primeira edição do curso prático de PJe Calc voltado aos advogados do interior do estado, com uma turma de vinte advogados de Nova Friburgo. A aula foi ministrada por Maysa Infante, especialista calculista e instrutora do sistema. A ideia é que os colegas levem os conceitos aprendidos para a região onde vivem, atuando como multiplicadores de conhecimento.

O presidente da OAB/RJ, Luciano Bandeira, esteve na aula inaugural e reforçou a necessidade de os advogados estarem sempre atualizados. Ele adiantou que a ideia da Ordem é ampliar a oferta destes cursos. "Para ter efetividade, o curso demanda um computador para cada aluno. Cada colega vai fazer o procedimento inteiro e sair daqui sabendo fazer a liquidação integral do processo. Nossa ideia, além de interiorizar o curso, é tentar fazer turmas maiores", explicou.

O secretário-geral da OAB/RJ, Álvaro Quintão, que é advogado trabalhista, lembrou que quando o PJe foi implantado, também foi necessário fazer vários cursos para aprender a mexer no novo sistema. "É o futuro que está chegando, não tem jeito, a gente tem que se adaptar. O Tribunal de Justiça já sinalizou que em breve estará usando o PJe também. Quando chegar na Justiça Estadual nós, advogados trabalhistas, estaremos preparados", observou.

A diretora de inclusão digital e inovação da OAB/RJ, Maria Luciana Souza, reforçou que os colegas da primeira turma devem atuar como multiplicadores do que aprenderam, já que existe uma limitação técnica na quantidade de pessoas por curso. "O engajamento dos colegas é fundamental para que as nossas ações de capacitação para o processo eletrônico deem certo. Vocês foram a primeira subseção que conseguimos trazer para esse treinamento e precisam ser um ponto de referência no PJe Calc para os colegas de Nova Friburgo", afirmou. "A gente só vai conseguir vencer os desafios do processo eletrônico de mãos dadas", concluiu. Também participaram da aula inaugural o presidente da Comissão de Celeridade Processual da OAB/RJ, Paulo Grossi, e a vice-presidente da OAB/Friburgo, Gonçala Ribeiro Eyer.

Em breve serão divulgadas as próximas turmas do curso.