Notícias
22/09/2017 – 13h01 | última atualização em 22/09/2017 – 13h20

Processamento nos juizados é o principal problema em Campo Grande

Fonte: redação da Tribuna do Advogado
Foto: Lula Aparício   |   Clique para ampliar
Encerrando o dia da Caravana de Prerrogativas, a comitiva formada por membros comissão e da diretoria da OAB/RJ esteve na sede da subseção de Campo Grande na tarde de quinta-feira, dia 21, em uma assembleia dos advogados convocada pelo presidente da Ordem local, Mauro Pereira.
 
A ideia foi reunir os colegas para ouvir as principais dificuldades enfrentadas no dia a dia de trabalho e produzir um documento que será entregue à corregedoria do Tribunal de Justiça na próxima reunião zonal das subseções da capital.
 
A assembleia lotou o auditório da subseção e entre os vários problemas elencados, destacou-se a morosidade nos juizados. "Com foco no processamento, os colegas decidiram que a principal questão que aflige a advocacia em Campo Grande é o juizado. Temos outras questões, como problemas com juízes leigos e demora na expedição de mandados de pagamentos, que também serão levados ao conhecimento da corregedoria”, afirmou Pereira. 
 
O presidente da Comissão de Prerrogativas, Luciano Bandeira, defendeu que os juizados especiais representam o verdadeiro acesso à Justiça. “O Poder Judiciário, ao invés de olhar para suas mazelas, tenta criminalizar a advocacia sob o falso argumento de que a morosidade é causada pelos advogados. Nós nos mobilizaremos para o enfrentamento, buscando a valorização dos juizados”, disse.
 
Também participaram da passagem da caravana por Campo Grande a presidente da OAB Mulher, Marisa Gáudio, o presidente da Advcredi, Ronaldo Gáudio e o procurador-geral da Seccional, Fábio Nogueira.
PUBLICIDADE
OAB/RJ - Av. Marechal Câmara, 150 - Rio de Janeiro - RJ - CEP: 20020-080 - Fones: (21) 2730-6525 / (21) 2272-6150
atendimento@oabrj.org.br - 2012 - OAB/RJ online - Todos os direitos reservados.
Fechar(x)